PR7 – Trilho da Corredoura – Porto de Mós

O regresso aos trilhos pedestres fica marcado por uma agradável surpresa. Já tinha estado na ecopista que faz parte deste trilho e estava à espera de terra batida, terreno plano, boas vistas. Afinal o tal de Trilho da Corredoura é mais do que uma seca em estradão.
A primeira parte é verdade que é feita em terra batida, durante uns 7kms, aproveitamento do caminho de ferro que transportava o carvão das minas da Bezerra para a central Termoeléctrica. Se é verdade que as vistas são boas, a inclinação é amena, a flora é interessante, as infraestructuras são elegantes, tão elegantes que por vezes me fazem arranhar na cabeça quando penso nos 486 mil euros necessários para tornar possível a realização de caminhadas, sim porque sem isto não se pode camin… onde é que eu ia? Ah sim, também é verdade que volta e meia sinto uma necessidade enorme de deixar o caminho largo e descobrir os carreiros da serra.
Depois de uma visita ao moinho que fica a poucos metros do parque de merendas, é seguir encosta abaixo até à pedreira que possivelmente deu nome a esta terra. A partir deste ponto a paisagem muda. Já não temos a vista sobre o horizonte mas temos a sensação de trilho, a sensação de bosque. Acima de tudo temos uma vista magnífica sobre algumas elevações da serra, de que não sei o nome geológico correcto. É de destacar que este trilho só faz sentido percorrido no sentido que o percorri e penso que as marcações assim o indicam. É de lamentar a má sinalização do trilho (provavelmente não sobrou para repintar os sinais ou colocar postes). Com um pouco de senso comum não é difícil achar o caminho correcto.
Hoje o dia foi de alguma névoa, que envolvendo a serra e criando paisagens e sentimentos diferentes, elevou o elemento surpresa daquela que já se tinha revelado uma bela caminhada.
Este trilho reserva ainda outra boa surpresa. Mas dessa não vou falar. Fica reservada para quem o fizer. Para a próxima vou vasculhar os careiros. Apesar de eu gostar de trilhos que são mesmo trilhos, a segunda parte do percurso merece um recomendado. Já me ia esquecendo: não são 12kms como anunciado, são mas é perto de 16. Informações de GPS ficam para amanhã!

Autor: rui

Partilha no

1 Comment

  1. Um belo trilho a descobrir em breve, obg

    [Responder]

Comenta:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *