PR3/FF – Rota da Boa Viagem – Figueira da Foz

Praias Murtinheira

Praias Murtinheira

Comecei esta caminhada de pequena rota no miradouro chamado de Bandeira, ponto de onde se têm uma vista de um pedacinho do pais em dias limpos, desde a praia até à serra. Como esta é uma altura de turistas de salto alto não me demorei muito por aqui até porque não seria a primeira visita ao local. Segui em direcção à capela de St. Amaro, por estrada alcatroada, o que estava a começar a chatear devido à quantidade de automóveis. No entanto os meus receios desapareceram quando finalmente entrei na mata, descendo a encosta maioritariamente por estradão em direcção ao farol do Cabo Mondego, que nos acompanha durante uma boa parte do percurso. Notou-se imediatamente um problema do percurso: falta de marcações antes dos cruzamentos o que faz com que muitas vezes se tenha que andar nos dois sentidos à procura do caminho certo. Entre descidas acentuadas de pedra solta, paisagens como só a serra junto ao mar oferece e a brisa refrescante chega-se à primeira ferida maior da serra.

Fossil

Fossil

A extracção de cal pela Cimpor comeu uma grande parte da serra. Os enormes buracos cinzentos, além de comerem a paisagem, destroem o legado geológico que a serra possui. De facto não é muito difícil encontrar pequenos fósseis mesmo debaixo dos nossos pés. Se assim continuarem as escavações, este é um percurso e uma serra condenados!!
Mais uns passos e chega uma das partes mais interessantes do percurso. O estradão enfadonho dá lugar a um pequeno carreiro entre pedra e pinheiros com vistas soberbas sobre as encostas, mar e praia. Este carreiro leva-nos a descer até à localidade. E depois é que a porca troce o rabo. Esta parte do percurso é absolutamente detestável. A menos que se queira fazer um desvio para um banho no mar, era de todo aconselhável evitar passar por uma localidade que nada mais tem do que moradias de férias, sinais claros de luxo, falta de respeito pela natureza e mais umas coisas feias que não vou escrever aqui.
Depois do pequeno pesadelo de alcatrão começamos outra parte interessante do percurso. A subida da serra até ao miradouro dá-se numa primeira parte por um estradão largo e depois, para minha grande satisfação, por mais um caminho íngreme de pedra, uma espécie de degraus, direitinho ao miradouro onde cheguei com os cerca de 12kms percorridos.
Penso que é um percurso interessante para quem se quiser demorar mais um pouco, com binóculos. Mas por causa da destruição da serra, por causa do muito estradão e por causa do alcatrão não é dos primeiros que recomendo.

Localização do PR3 – Rota da Boa Viagem

Autor: rui

Partilha no

Comenta:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *