PR2 – Trilho das Levadas – Percursos Pedestres de Águeda

Para começar a eliminar os excessos da época festiva, o primeiro dia do ano de 2011 foi inaugurado com uma pequena mas bela caminhada. Estava com um pouco de medo de fazer este percurso principalmente porque um dos percursos do mesmo grupo, o PR6 – Trilho de Águeda foi muito mau. Afinal, os meus medos não se confirmaram.
Percurso circular de 7kms com ponto de partida na Junta de Freguesia, Brunhido tem uma primeira parte pouco interessante. Logo no inicio do percurso passamos por uma imponente moradia que possui, junto aos muros exteriores uma curiosa torre. Um pouco mais abaixo, uns moinhos de água meio recuperados dão um primeiro ar de graça ao percurso. O caminho vai sendo salpicado de alcatrão até chegar a parte interessante. O primeiro sinal desta parte é um caminho ladeado de carvalhos embora o eucalipto continue a ferir a vista em algumas zonas. Apesar disso a flora é vasta, carvalhos, salgueiros, acácias, amieiros, entre outros. Estes últimos, debruçam-se de um lado ao outro do rio Marnel e juntamente com os restantes elementos conferem à paisagem um aspecto bucólico, puro e inocentemente belo. De facto, é com a aproximação ao rio que o cenário começa a mudar de figura e o percurso se torna de todo mais convidativo. As chuvas de inverno trouxeram mais brilho à paisagem, reavivando e acentuando as cores herdadas de um Outono há muito já ido. O castanho ainda mais castanho das árvores, o tapete de folhas multicolores que cobria o chão e o verde ainda mais verde do musgo e da hera que marcavam presença por todo o lado. Seria tudo isto a oferecer imagens verdadeiramente merecedoras de serem registadas na nossa memória.
A acrescentar o barulho da água, muito límpida, vívido ao longo de todo o percurso e, de quando a quando, mais efervescente à custa de pequenas cascatas. De facto, a esta altura já se tinham dissipado quaisquer duvidas do valor e da beleza do percurso.
Passados os portões de uma propriedade privada é possível observar os moinhos do Ribeiro. De notar que, pela presença de materiais de construção, alguém se anda a a preocupar em recuperar aquelas construções que naquela paisagem são um acrescento positivo. A partir desse ponto é notório que acompanhamos lado-a-lado a levada que se dirige para a aldeia.
A cerca de 500 mt da propriedade atravessa-se uma ponte de madeira e a vontade é de permanecer um pouco e usufruir daquele estranho isolamento feito de água, a lançar-se sobre as pedras, e ausência de burburinho, aquele a que estamos sujeitos todos os dias e é composto na maior parte das vezes de ruído e mais nada. Uma vez mais o pensamento…Valeu a pena começar assim o ano….
O caminho de volta é feito pela outra margem do rio no sentido da foz e o cenário repete-se sem cansar. Encontramos outras levadas e, assim como elas, dirigimo-nos à aldeia que não tarda.
Um percurso leve, perfeito para encontrar a Natureza em estado puro e renovar energias. A repetir noutra altura do ano em que o Sol nos brinde com calor e a água nos convide a refrescar-nos.

Localização do PR2 – Trilho das Levadas – Percursos Pedestres de Águeda.

Autor: rui

Partilha no

Comenta:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *