Percurso do Rio Jardim no Baixo Vouga Lagunar

O Percurso do Rio Jardim é um percurso bastante pequeno mas ficou claro que podemos lá passar o dia todo! Este é um percurso que fica dentro do semi-circulo formado pelo Percurso do Bocage sem deixar de ter características próprias. Aos arrozais, onde se nota perfeitamente o pouco uso de pesticidas, segue-se uma torre de observação para dar uso aos binóculos e máquinas fotográficas adequadas.

Campos verdejantes

Campos verdejantes

A este segue-se um corredor verde ladeado por braços de água, campos, caniçais e árvores. Um verdadeiro festival de cores e formas. Quanto à lista de espécies das placas informativas temos: cegonha-branca, tentilhão, salgueiro-branco, milhafre-preto, pardal, peneireiro; um conjunto de insectos composto por: borboleta malhadinha, borboleta-pequena-da-couve, traça-de-cinco-pintas, libélula-ibérica-de-cauda-azul, cavalinho-do-diabo, borboleta-cauda-de-andorinha; junto à torre: caniço, rouxinol-pequeno-dos-caniços, escrevedeira-dos-caniços, acácia-de-espigas, erva-pinheirinha, lagostim-vermelho-de-Lousiana (espéce exótica prejudicial); nos corredores: gaio, pisco-de-peito-ruivo, salgueiro-preto, chapim-carvoeiro, chapim-rabilongo, amieiro, junco-marítimo, doninha, lírio-amarelo-dos-pântanos, cobra-de-água-viperina, rato-de-água, garça-vermelha, tábua-larga, chapim-azul, sapo-parteiro, gineta, pardal-montês, lagarto-de-água, poupa, verdilhão, silva, amieiro, toutinegra-dos-valados e lugre. Mesmo que só se consiga ver algumas destas espécies numa visita normal, é preciso mais motivos para visitar esta zona?

Rã

Esta altura do ano é ainda rica em pequenas rãs que saltam de entre a erva à medida que caminhamos. São muitas, talvez escondidas dos predadores, não fossem elas rápidas a saltar e teríamos que ter cuidado para não as pisar.

Ver localização do Percurso do Rio Jardim

Autor: rui

Partilha no

Comenta:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *