Cultura automóvel

E o que é que se via ontem, Domingo, dia de calor, pelas ruas de Aveiro? Aquela cidade que tanto se orgulha de ostentar a Buga como feito maior no que a mobilidade diz respeito, aquela cidade que grita a plenos pulmões que tem em curso o projecto LifeCycle, aquela cidade que tanto faz pela bicicleta?
A resposta é: carros! Muitos carrinhos Smart para test drive estacionados em frente ao Mercado Manuel Firmino, em zona pedonal, encostados ao ponto de entrega das Buga que ficou remetido para segundo plano. Aliás, tanto estes como a fila de carros normais estacionados junto à ria impedia a livre circulação de pessoas e bicicletas. Infelizmente não tinha comigo máquina fotográfica para testemunhar graficamente este espectáculo degradante.
O que isto quer dizer? É só preciso pagar a quantia certa ou acenar o lenço certo para que a prioridade deixe de ser as pessoas e bicicletas para no seu lugar serem implantados monstros de metal com meninas vestidas como as das estradas ali ao lado.
Como se não bastasse o caminho de terra batida do jardim mais à frente, junto ao monumento oferecido pela Federação Galega de Bandas de Gaitas ao Município de Aveiro, foi transformado em estacionamento. Com certeza que, quem ofereceu o monumento, ficaria muito contente. Depois vem os políticos clamar mais uma vez que a bicicleta é o futuro! E a gente acredita.

Autor: rui

Partilha no

Comenta:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *