Bicicletas antigas

A procura de bicicletas têm aumentado e de que maneira. As bicicletas antigas não são excepção e os preços sobem até ao ridículo. O pior é que muitas vezes as bicicletas acabam por ser vendidas por esse preço ridículo quer por ganância do vendedor, quer por ignorância do comprador.
Não sei muito bem a que se deve esta procura. Penso cá para mim em possíveis razões. Primeiro a moda do BTT. Sim, hoje é um moda, toda a gente quer fazer BTT para se mostrar desportista, saudável e tal. Nem que seja só dar uma volta na praia e levar o carro com a bicicleta até lá. Mas esta moda é capaz de não ter influência directa nas bicicletas antigas. De qualquer forma muitas lojas de bicicletas, ou melhor, lojas de BTT aproveitam a onda e colocam nas suas montras bicicletas de passeio, bicicletas de criança, réplicas de pasteleiras, enfim, uma confusão que ninguém se entende. É preciso cuidado com esta prática. As lojas que querem abranger uma larga fatia de mercado têm tendência a falir. O futuro está na especialização. À frente, o que interessa aqui são as tais réplicas de bicicletas pasteleiras. Normalmente repletas de material de qualidade inferior são pedidos preços na ordem dos 300€. São bicicletas com componentes vindos do mercado asiático ou de produção descuidada. Para dar um exemplo quando se aperta uma das manetes de travão destas bicicletas, no caso do travão de alavanca, a maior parte da força é perdida nas peças e a que chega ao calço não chega para imobilizar a bicicleta. Que é como quem diz: dobra tudo e não trava nada. Por muito menos dinheiro pode-se arranjar uma bicicleta antiga usada mas de muito melhor qualidade. Por exemplo, ainda um pouco antes desta febre das bicicletas antigas dei 50€ por uma bicicleta pasteleira de 1982 em muito bom estado, aliás, está a andar como a comprei. Não se pode dizer que seja uma bicicleta merecedora de estar numa colecção mas cumpre o objectivo: é robusta, anda e não é cara.
No que diz respeito a bicicletas antigas, existem alguns tipos diferentes e portanto aficcionados de um, alguns ou todos os tipos de bicicletas.

  • Bicicleta Pasteleira: se calhar muitas pessoas questionam-se sobre o que é uma bicicleta pasteleira. Pensava que seria de conhecimento geral mas parece que assim não é e há quem pense que estamos a falar da mulher que faz os bolos! A Bicicleta Pasteleira têm o seu nome da expressão “andar a pastelar” ou seja, andar devagar, andar a fazer tempo. São bicicletas pesadas, robustas, confortáveis que normalmente utilizam uma transmissão de três velocidades. Utilizadas num sem número de profissões marcam toda uma era.
    Bicicleta Pasteleira

    Bicicleta Pasteleira

  • Bicicleta Chopper e Muscle Bike: temos que distinguir duas coisas. A bicicleta chopper moderna e a bicicleta chopper clássica. As duas têm a sua origem no mundo do motociclismo mas enquanto a moderna se assemelha a uma mota sem motor a outra nem por isso. A Raleigh fabricou mesmo um modelo chamado Chopper, um dos seus maiores sucessos. Já as Muscle Bike têm as suas origens mais centradas nos Estados Unidos transpondo o mundo dos automóveis musculados tipicamente americanos para o imaginário das crianças em forma de bicicleta. Na sua maioria são bicicletas de roda 20. O conforto não é o maior trunfo deste tipo de bicicleta antiga. Neste blog existe já uma mostra das minhas três bicicletas deste tipo: uma Esmaltina Fúria com que pedalo frequentemente, uma Ross Apollo Racer e uma Stelber StratoStreak 3.
    Muscle Bike

    Muscle Bike


    Raleigh Chopper

    Raleigh Chopper

  • Bicicletas dobráveis roda 20: este é um outro tipo de bicicleta utilitária. Portugal já produziu bastantes modelos destas bicicletas antes dessa industria entrar em declínio (de onde ainda não saiu). Leves, fáceis de arrumar e muitas vezes também com três velocidades fazem as delicias não só das crianças mas também e principalmente de senhoras que preferem uma bicicleta mais baixa. Tenho três destas bicicletas: uma bicicleta Portuguesa Vilar De Luxo, uma bicicleta Inglesa Triumph Twenty (não dobrável) e uma bicicleta Italiana Ariela.
    Esmaltina M20

    Esmaltina M20

  • Bicicleta de Corrida: este é um mundo sobre o qual pouco sei. O mundo da roda fina tem os seus coleccionadores empenhados em conseguir todos os pormenores originais de uma bicicleta. São bicicletas que exigem carteiras bem recheadas e um gosto muito especial por ciclismo de estrada.

É claro que as categorias de bicicletas antigas não se resumem a estas. Entre umas e outras existem variações, modelos, modas. E ainda cada pais é marcado por um estilo próprio. Uma bicicleta antiga Alemã é muito diferente de uma bicicleta antiga Italiana.
No fim de contas, se não somos coleccionadores, não importa muito. Desde que seja barata, esteja em bom estado e ande é o que é preciso para salvar uma bicicleta antiga. Sinceramente é preferível utilizar as bicicletas antigas no dia a dia do que restaurar apenas para ficarem em exposição, a menos que sejam já peças de museu como esta bicicleta Peugout de 1908.

Autor: rui

Partilha no

11 Comentários

  1. ola, sabe me dizer se ainda consigo comprar uma bicicleta do tipo Raleigh Chopper, ou identica em portugal?
    cumprimentos

    [Responder]

    usaralho Resposta:

    Sim, pode. De vez em quando aparecem no olx por exemplo. O mais fácil é perguntar no fórum Amigos das Pasteleiras, existe sempre quem arranje 🙂
    É só fazer uma pequena apresentação, participar um pouco e depois tem acesso à zona de classificados.

    [Responder]

  2. ok, obrigado.

    [Responder]

  3. Será que pasteleira vem mesmo de “pastelar”? Vim parar a este ‘website’ movido pela curiosidade acerca da origem da palavra. Pasteleira é um nome que me acompanha desde miúdo e vi agora mesmo uma referência a umas bicicletas ‘Pashley’ britânicas. A proximidade da sonoridade de Pashley e de pasteleira leva-me a questionar se não será essa a origem da palavra! Cumprimentos!

    [Responder]

    usaralho Resposta:

    Bem, realmente não deixa de ter uma certa razão na semelhança das palavras. Mesmo assim acredito mais na versão do pastelar. Ficaremos sempre na duvida!

    [Responder]

  4. ando a procura de uma beçicleta deste modelo chopper se tiver pra vender ligue 967364172

    [Responder]

  5. tenho 1 tricana sport de 73 precisava de arranjar os autocolantes, alguém sabe onde?
    obrigado
    cumps

    [Responder]

  6. Bons velhos tempos!!!!:):):):)

    [Responder]

Comenta:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *